Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Comitê Gestor de Formação Inicial e Continuada tem nova composição com representantes dos municípios onde há cursos de licenciatura

  • Publicado: Quarta, 12 de Mai de 2021, 15h07
  • Última atualização em Quinta, 13 de Mai de 2021, 15h06
  • Acessos: 346

comfor 1Tomou posse, na tarde desta terça-feira (11), durante cerimônia virtual, a nova composição do Comitê Gestor Institucional de Formação Inicial e Continuada de Profissionais no Magistério da Educação Básica (COMFOR/Unifesspa). O Comitê tem função estratégica na discussão dos caminhos da formação de professores, tanto no nível básico, quanto no continuado e na articulação de ações com a Educação básica.

Nessa nova composição, foi ampliada a representação dos municípios onde a Unifesspa tem cursos de licenciatura, abrangendo além de Marabá, Xinguara, Santana do Araguaia, São Felix do Xingu, Breu Branco, Moju, Itupiranga e Canaã dos Carajás.

Agora, o Comitê conta com mais de 30 professores, sob a Coordenação Geral da Reitoria da Unifesspa. Entre os membros estão representantes de todas as Licenciaturas da Unifesspa, das Pró-Reitorias, do Programa de Formação de Professores (Parfor), de Programas de Mestrado da Unifesspa, coordenadores de projetos e da Rede Básica de Ensino do município de Marabá.

“Nossa preocupação neste ano em atualizar as representações do Comitê, preparando, inclusive, esse momento de posse aos membros, foi estender as preposições a outros municípios abrangidos pela educação superior de licenciaturas da Unifesspa e que também necessitam de avanços na qualidade de ensino, como São Félix do Xingu, Xinguara, Santana do Araguaia, Breu Branco, Itupiranga, Canãa dos Carajás e Moju”, declarou o reitor da Unifesspa, prof. Francisco Ribeiro.

Ainda em seu pronunciamento, Ribeiro destacou as ações desenvolvidas desde a criação do Comitê, a exemplo da realização de eventos institucionais que contribuíram para o aprimoramento de debates sobre diversos temas voltados à área da Licenciatura, como “I Fórum de Licenciatura”, realizado em julho de 2018, e o “II Encontro de Professores do Parfor e o I Fórum das Licenciaturas”, promovido em 2019.

comfor“Essa posse aos membros do Comfor, com a inclusão de membros representantes de outros municípios da região do Sul e Sudeste do Pará, só confere mais legitimidade e compromisso com o avanço de debates no âmbito da Licenciatura nesses locais. E meu desejo é esse: que a discussão de estratégias de fortalecimento das licenciaturas promova o avanço da qualidade do ensino na região”, finalizou.

Mais sobre o Comfor

Instituído em 2017, o Comfor/Unifesspa é um órgão colegiado de caráter permanente, com natureza consultiva, propositiva e deliberativa limitadas às atribuições definidas na Resolução MEC nº 1, de 17 de agosto de 2011, na Portaria MEC nº 1.105, de 8 de novembro de 2013, Portaria CAPES nº 158, de 10 de agosto de 2017, e outras que porventura venham a regular a matéria, com o objetivo de integrar a política de formação de professores da educação básica. O Comitê tem por finalidades:

I – Assegurar a indução, a articulação, a coordenação e a organização de programas e ações de formação inicial e continuada de profissionais do magistério da educação básica no âmbito da Unifesspa;

II – Contribuir para a concepção, o planejamento, a organização, o desenvolvimento, a execução e a avaliação das políticas de formação inicial e continuada de profissionais do magistério da educação básica na Unifesspa, colaborando com as coordenações de cursos e pró-reitorias;

III – Articular a integração das diversas instâncias institucionais que atuam na formação inicial e continuada de profissionais do magistério da educação básica com os sistemas públicos de ensino das regiões em que a Unifesspa atua;

IV – Conduzir propostas para a formulação e atualização da formação inicial e continuada em nível de graduação, pós-graduação e extensão na Unifesspa;

V – Acompanhar o gerenciamento e execução dos recursos recebidos por meio do apoio financeiro do Ministério da Educação (MEC), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a programas ações de formação inicial e continuada de profissionais do magistério da educação básica, em conformidade com as normas aplicáveis em cada caso;

VI – Analisar os dados e informações gerenciais referentes à implantação e ao desenvolvimento de programas e ações de formação inicial e continuada de professores no âmbito da Unifesspa, bem como fornecer dados ao MEC (FNDE, CAPES) por meio de sistema informatizado, quando solicitado;

VII – Dar publicidade às ações e programas relacionados à formação inicial e continuada de profissionais do magistério da educação básica no âmbito da Unifesspa.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página