Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

Início do conteúdo da página

ZE DUDU: Unifesspa oferecerá oportunidade de intercâmbio em Portugal

Publicado: Terça, 10 de Mai de 2022, 14h51 | Última atualização em Terça, 10 de Mai de 2022, 14h51 | Acessos: 1016
Benefício é viabilizado por parceria com o Instituto Politécnico de Bragança

Estudantes de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) passarão a poder realizar intercâmbio em Portugal, por meio do Instituto Politécnico de Bragança (IPB). A oportunidade é possível graças a um acordo firmado entre as instituições, o qual visa também estimular a mobilidade internacional para os professores, a investigação conjunta e colaboração mútua para o desenvolvimento da docência nas áreas de interesse comum.

Tal parceria foi costurada pela Assessoria de Relações Nacionais e Internacionais (Arni), da Unifesspa, como parte dos seus esforços na busca pela ampliação do número de acordos internacionais entre a universidade sediada em Marabá e instituições estrangeiras de renome. O acordo tem vigência de cinco anos e, a partir dele, ações específicas de ensino, pesquisa e extensão poderão ser desenvolvidas entre as instituições.

De acordo com o professor Diógenes Henrique de Siqueira Silva, assessor de Relações Nacionais e Internacionais da Unifesspa, entre os benefícios da parceria, destaca-se ainda a grande oportunidade para internacionalização dos currículos e carreiras de comunidade acadêmica, bem como a oportunidade de trocas culturais e científicas.

Por sua vez, Lais Menezes Sousa, chefe do Departamento de Programas de Internacionalização, explica que, do ponto de vista acadêmico, o intercâmbio oportuniza aos estudantes o desenvolvimento pessoal e profissional, transformando-os em pesquisadores mais experientes e antenados com as novidades e inovações científicas. Isso intensifica o ritmo de aprendizado dos discentes, além de promover redes de interações e cooperações necessárias à carreira científica de qualquer pesquisador.

Experiência

Trabalhando atualmente no Instituto Federal de Alagoas (IFAL), o professor Magno Braga já atuou na Unifesspa e fez seu doutorado na Universidade de Coimbra, em Portugal. Ele observa que a construção de parcerias entre pesquisadores de diferentes universidades é de fundamental importância para a formação de novos e para o progresso científico.

“Neste sentido, a parceria ora firmada entre a Unifesspa e o Instituto Politécnico de Bragança vem acrescentar no conjunto de esforços para o progresso científico e para formação de novos pesquisadores,” argumenta.

registrado em:
Fim do conteúdo da página